MN

Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

WHITE METAL





Adoração à Deus acima de tudo, e o louvor através do rock pesado.

Assim pode ser definido o white metal, tendência surgida entre músicos cristãos para difundir sua mensagem.



Com a geométrica propagação do movimento verificada nos últimos anos, a ROCK BRIGADE foi conversar com uma das maiores autoridades no assunto e ativo divulgador do movimento,Samuel Borges, que edita o fanzine 'White Metal'.

Além dele, também estavam presentes músicos de duas bandas do movimento, Rosa de Saron e Justa Advertência .

"O white metal nada mais é do que o rock comum, em todas as suas vertentes:death metal, speed, rock'n'roll e até rap'. Com  mesma energia e até com direito a mosh ,mas com uma temática diferente, que aborda temas sociais e comportamentais por um ponto de vista bíblico, sob uma ótica cristã",define Samuel.

Segundo ele. a energia nos shows "é incrível, e a gente até avisa que as bandas não sobem ao palco chapadas' é aÌgo 'clean' mesmo. É que o pessoal está de bem com a vida, porque está de bem com Deus".

Marcelo. vocalista da banda de hard rock Rosa de Saron, se apressa em desmitificar os shows de white metal, que "não são uma pregação,  como  muita  gente  pensa.  É  um  show igual a qualquer
outro, mas com um entusiasmo diferente".

De acordo com Christian, baixista do Justa Advertência, que faz crossover' os músicos cristãos  começaram a se reunìr, ainda no underground,  por  volta  de 73'.  A popularidade surgiu em 85 com,
entre outros, Barren Cross e Stryper, este sem dúvida o mais famoso.

Mas, ao contrario do que se  imagina, não foi através desta banda que surgiu o termo 'white metal'. Christian explica: "Em 85, a Metal Blade lançou simuÌtaneamente discos do Slayer e do Trouble, que é uma banda cristã.

E, na divulgação, chamou os grupos, respectivamente,de black metal e white metal. Aí, o termo Pegou.

Mas o movimento se popularizou de fato a partir de 88/89. Bandas como Tempcst, Messiah's Prophet e Saint,entre outras,surgiram nessa época.

E todas, segundo eles, do mesmo nível das mundialmente consagradas. "O pessoael endeusa Slayer,por exemplo".diz Samuel, "mas há bandas de white que não devem nada a eles. O que existe é
um preconceito pelo fato do pessoal achar quc é música de igreja. Mas  nós  temos  apenas uma mensagem diferente,que é transmitida
através de um som que todo mundo conhece''.

O white metal engloba apenas as religiões cristãs, em todas as suas correntes, sendo que os protestantes são maioria.

Segundo Marcelo, que é católico, somente agora o white metal está se  difundindo  entre  os praticantes da sua religião. "Os evangélicos
sempre saíram na frente. Há anos que eles se levantam e cantam durante  os  cultos,  o  que  originou  o  gospel. Só agora os católicos
estão tendo coragem para se levantar", admite.

Ao mesmo tempo, nada impede que os músicos de correntes ou mesmo de religiões diferentes participcm do mesmo grupo. " O Justa Advertencia, por exemplo, é formado por três evangélicos: um nazâreno, um metodista e um batista. E nada impediria que um católico participasse da banda".

Porém, um detalhe é fundamental para caracterizar uma banda de white: todos os músicos devem ser cristãos. E há casos como o do Vengeance Rising. que começou com apenas um músico cristão.  Ele  acabou convertendo o resto da tropa e transformando a banda em white metal.

Mesmo com esse ponto de vista convicto,a relação com as demais bandas é de muito respeito. Samuel afirma que "a gente não sai por aí tentando empurrar Deus pela garganta do sujeito a baixo.

Agente só quer compartilhar uma experiência. Quem acha que não precisa, nós respeitamos . E por isso, também somos respeitados.

E é através das letras que essa experiência é transmitida.Mas não de uma mancira necessariamente direta. "A gente não sai por aí gritando ``Deus é a salvação ´´, explica Marcelo, "mas procura dar uma abordagem cristã à problemas como drogas, aborto e corrupção.  Nós  tentamos  ser  formadores  de  opinião".   Christian
exemplifica essa questão com o nome de sua banda: "Nós não impomos nada. E só advertência".

Porém,  se  tudo  até  aqui   mostra   uma   convivência   pacífica   e respeitosa, o  white  metal,  de  uma  certa  forma,  também  prega o
radicalismo. Sarnuel  começa elogiando o último disco do Metallica, segundo ele  "fantástico e  maravilhoso".  Só que a letra de The God
that Failed (traduzindo, "o deus que falhou"), com a qual os seguidores do movimcnto white não concordam por motivos óbvios,
teve como contra partida uma reação discutível: "Nós estamos boicotando o disco", confessa ele. "Nós não desmerecemos a banda, mas para nós, Deus existe e tem de ser respeitado".

Samuel admite que a atitude é radical. E tenta justificar: "Se não houver radicalismo nesse aspecto, você estará barganhando a sua fé. Nós pregamos um radicalismo equilibrado".

Richard, baterista do Justa Advertência, consegue dissipar um pouco do pasmo reinante ao explicar que esse boicote seria justo porque para_os sesuidores do white metal letra e música tem importância equivalente.


Mas o fato é que mesmo com uma Posicão polêmica como esta , o white metal está conquistando espaço razoavél no Brasil

"Há bandas dc white que vendem mais discos do que muitos grupos consagrados"  conta Marcelo. O esquema é de mão em mão com os discos sendo transportado aos locais onde se realizam cultos. E existe até uma gravadora chamada Bom Pastor especializada em gospel que está começando atuar nos ramos de white metal.

Marcelo explica esse falo  o óbvio: "São milhões e milhões de cristãos no Brasil , é um mercado considerável''.


Essa disseminação fez com que inúmeros grupos surgisse últilmamente no Brasil como  no  exterior.  Exemplos internacionais
são Bride, One Bad Pig, Tourniquet,o já citado Vengeance Rising, entre uma infinidade de outros.


No Brasil, além da Justa Advertência e  Rosa de Saron,  podem ser
mencionados Martíria, Katsbarnéa, o Sepultura de Brasilia (lembram-se?), Oficina G-3 e Rhania( vide 'Demo Assault' da edição 19).

Mas, por mais sincera que seja a proposta (porque há, segundo eles, muitos oportunistas também nesse meio), as dificuldades são exatamente as mesmas que nos demais estilos de rock. E Christian não vacila ao apontar responsáveis: "A mídia está muito aberta para o black metal, porque é muito mais fácil de vender. Infelizmente, existe um preconceito razoável pelo fato de sermos cristãos".

Samuel prossegue na mesma toada: "o white metal pode soar, para quem não conhece, como um negócio chato, careta. Existe até falta de interesse em ouvir.Mas se as gravadoras descobrem que dá lucro,com certeza elas te chamam", arremata.

Se servir de consolo, essa é uma situação que não diz respeito apenas no Brasil. Praticamente todos os músicos de bandas estrangeiras de white metal mantêm atividades paralelas por não conseguirem viver apenas de música. A única exceção seria Stryper, segundo Samuel.


Só que, com fé inabalável, os seguidores do movimento continuam sua missão. E criaram até o 'Clube do Cordeiro' (Caixa Postal 678, CEP 13100, Campinas/SP) para divulgar o movimento white e torna-lo uma tendência tão forte como tantâs outras correntes do rock. Se Deus quiser...



                                                                                                             FIM DA PRIMEIRA PARTE
                                  Antonio Carlos Monteiro



          COMENTÁRIO

É isso aí galera !!! Matéria sobre White Metal para quem curte um som pesado como eu .
Você que já é um frequentador do blog , já notou que existe uma pagina destinada ao assunto e já leu uma introdução acerca do mesmo . Agora postei uma matéria que saiu na REVISTA ROCK BRIGADE  N° 82 - MAIO /  1993 .

Se Deus permitir  e a `` ROCK BRIGADE também ´´ , postarei mais matérias que essa excelente revista , publicou sobre White Metal , dando espaço as bandas cristãs em suas paginas , também terá aqui no blog , a oportunidade de ler  , quem não leu a revista.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...