MN

Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

“Não acredito na Igreja” – afirma teólogo católico amigo do papa Bento XVI - Publicado por Érika Oliveira

O suíço Hans Küng, considerado hoje um dos pensadores de maior influência na teologia atual, afirma que a Igreja Católica está doente. Hans Küng, que escreveu dezenas de livros com suas opiniões polêmicas dentro do meio católico como o uso da pílula anticoncepcional e a defesa do sacerdócio de mulheres, era padre, mas devido a suas opiniões conflitantes teve sua licença retirada desde 1979 pela Congregação para a Doutrina da Fé. Hoje é considerado um teológo “independente”.

Suas opiniões provocaram a tirada de sua licença ao sacerdócio, mas também lhe proporcionaram o respeito de vários teólogos católicos e protestantes pelo mundo, afirma ele, que se declara “um membro fiel da Igreja, que acredita em Deus e em Cristo, mas não na Igreja”

Küng, de 83 anos, é presidente da instituição interdisciplinar Fundação Ética Mundial, que tem sede em Tübingen. O teólogo católico era amigo próximo do atual papa, Bento XVI, na época cardeal Joseph Ratzinger, quando ambos tinham 30 anos. Segundo Küng, os dois eram “progressistas” e desejavam renovar a Igreja.

A Igreja Católica desde 1960 vem perdendo fiéis, em suas paróquias há falta de serviço religioso e nos mosteiros há falta de mudança geracional. “Já é hora de que o Vaticano abandone um sistema absolutista que data do século XI. Foi então que os papas foram criados com todo o poder e impuseram o clericalismo, isto é, a preponderância dos padres que marginaliza os leigos. Isso não pode continuar!” – critica Küng.

De acordo com informações da UNISINOS, o teólogo, que ainda mantém contato com o amigo papa, afirma que “a Igreja Católica está doente”. Para ele “seu mal é uma hierarquia absoluta que não faz parte essencial da sua natureza. Não é algo imprescindível. É preciso desenvolver o Concílio Vaticano II”.

“Eu tinha ilusões, mas agora tenho clareza que a mudança não virá das mãos de Ratzinger” e acrescenta “espero que o próximo papa seja muito diferente”. – diz Küng demonstrando sua decepção.

Fonte: Gospel+  http://noticias.gospelmais.com.br/nao-acredito-igreja-afirma-teologo-amigo-papa-bento-xvi-30318.html  
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...